Bem-vindo!

Rituais da Antiguidade Download

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$50,00

Descrição Rápida

Rituais da Antigüidade


Neste CD encontram-se rituais que datam do século XIII a.C.; são denominados ritos de “apathanatismos” que são iniciações que dariam poder e imortalidade ao mago. 

Rituais da Antiguidade

Detalhes

Conteúdo do Curso

Neste CD encontram-se rituais que datam do século XIII a.C.; são denominados ritos de “apathanatismos” que são iniciações que dariam poder e imortalidade ao mago. 

Cronograma do Curso

O objetivo deste material é resgatar as origens da magia para que possamos compreendê-la melhor. Neste CD encontram-se rituais que datam do século XIII a.C. minuciosamente explicados.  São rituais que surgiram em uma época em que em Alexandria viviam gregos, egípcios e judeus todos juntos. A magia e a religião receberam influências destes três povos. Mas, além da influência pode-se notar também as similaridades entre um e outro. O estoicismo também influenciou bastante o pensamento desta época. Este material nos transporta para uma época Mágica, onde os ritos Sagrados eram celebrados no Serapeum, o Templo de Serapis, em Canopo, em Menfis e outros templos que marcaram a Antiguidade Tardia.  Abraxas, Iaô, Yahvé, Eón, Hélios, Agathos Daimón, Harpócrates, Osíris-Apis entre outros são os Deuses cultuados nesta época. Parte deste material foi retirado do Papiro de Leiden, importantíssimo estudo para aqueles que já possuem o Oitavo Livro de Moisés, pois é um complemento essencial para aquele que quer fazer os rituais contidos neste livro entendendo realmente o que se está fazendo e não mecanicamente sem conhecimento de causa.   A cosmogonia e o Teatro Sagrado estavam intimamente interligados já que o povo desta época expressava seus pensamentos por atos e não por simples orações que eram consideradas simplesmente teóricas.                                       

Os ritos contidos neste CD são denominados ritos de “apathanatismos” que são iniciações que dariam poder e imortalidade ao mago.  Porém não imortalidade no sentido de seu corpo ser imortal, mas no sentido de sua alma ser imortal e poder atuar em todos os planos de existência livremente, fugindo do eixo da necessidade que move o mundo físico e assim estando acima de qualquer tipo de necessidade. Em outras palavras ter poder de agir magicamente como agiam os sacerdotes egípcios, ou seja, com  poder quase que ilimitado. Este é um material fascinante com ritos que devem ser feitos no Sábado de Aleluia e no Domingo de Páscoa.

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.