Bem-vindo!

Espelho Mágicko Caminho Antigo

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Em estoque

R$149,90

Descrição Rápida

Moldura em MDF, trabalhada em alto relevo.


Medidas:


Altura: 47 cm


Largura: 40 cm.

Espelho Mágicko Caminho Antigo

Mais Visualizações

Detalhes

Espelho é um objeto mágico por natureza. Espelhos refletem luz! E a luz tem muitas dimensões e significados. O espelho mágico despertou na rainha vaidosa, primeiro a inveja, depois o desejo de vingança contra a Branca de Neve.. É transpondo o espelho, portal entre dois mundos, que Alice vai conhecer o estranho país das maravilhas . A perdição de Narciso foi um espelho d'água. A curiosa fascinação causada pela reflexão da imagem no espelho seduziu os povos desde a mais remota Antigüidade. Egípcios, gregos e romanos confeccionaram espelhos de latão, prata e zinco. Na Itália medieval, as damas, já usavam, presos aos cintos, espelhos práticos, pequenos e redondos, em geral, também feitos de ouro ou prata. Foi no século XIV, que artífices venezianos começaram a produzir espelhos de vidro revestido com fina camada de uma liga de mercúrio e estanho. Em 1833 o revestimento passou a ser feito em prata, tal como conhecemos hoje. O Iniciado utiliza o espelho mágico para fins diversos. O primeiro deles é o desenvolvimento da vontade por meio do adestramento do olhar como recurso de expressão. Com o olhar educado ele consegue o fenômeno chamado fascinação, ou seja, submissão de alguém decorrente de impressão causada pela luz concentrada emitida pelo espelho ou ainda, emitida pelo olhar do próprio mago, pois que a íris do mago, tal como um espelho, também é refletor de luz. A diferença, no caso da fascinação pelo olhar é que o olho, não somente reflete a luz condensada como também, pode o mago, emitir sua própria luz (energia) através do olhar. Papus esclarece: "Os espelhos mágicos são essencialmente órgãos de condensação da luz astral; por isso, o carvão, o cristal, o vidro e os metais poderão ser empregados em sua construção." Note que Papus refere-se sempre à luz astral. Infere-se daí, e não há motivo para pensar o contrário, os espelhos refletem todos os espectros de luz, os visíveis e os invisíveis ao olho físico do humano em estado de consciência normal. Através do espelho desenvolve-se também uma faculdade chamada vidência, para ver o que está distante, seja no espaço, seja no tempo. O espelho reflete luz astral assim como reflete a luz solar. Se considerarmos os ensinamentos da tradição esotérica, admitindo que a luz astral possui uma espécie de memória universal, registro de todas as coisas presentes, passadas e futuras, resulta que o mago, fixando o olhar no reflexo do espelho ou partindo de concentração num ponto de luz comum, torna-se capaz de perceber a luz astral e nela distinguir ou acessar as informações que deseja obter.

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.